Agradecimentos

O guia dos Recursos Artísitcos do Alentejo gostaria de agradecer a:

Drª Aurora Carapinha (que acreditou no projecto), Drª Ana Paula Amendoeira (que insistiu no mesmo), Helena Rocha (que nos ajudou em todo o percurso), Hugo Guerreiro (que nos ajudou a pensar), Margarida Lagarto, João Cutileiro, Isabel Cardoso (apoio incondicional), Marjocke Krom, José Manuel Rodrigues, Elisabeth e Rui Pimentel, Paulo Nuno Silva, Rui Belo, Tiago Fróis, Amândio Anastácio, Susana Malhão, Ana Cardoso de Matos, Antonia Conde, Paulo Simões Rodrigues, Susana Piteira, António Carrapato, António Luís, Vitor Estudante (auxílio luxuoso), João José Bica, Margarida Araujo, Elza Ferreira Neto, Carla Pestana, Marisa Bacalhau, Manuela Pires da Fonseca, Alexandre Pomar, Catarina Lobo de Vasconcellos, José Carlos Oliveira, Maria Pires, Tiago Guimarães, Patrícia Telles (imprescindível), todos que por acaso esqueci de mencionar, todos os que se inscreveram no site www.artealentejo.org e as corajosas e corajosos que trabalham em arte no Alentejo.

This entry was posted in informação útil by pedro. Bookmark the permalink.

About pedro

Pedro Lobo estudou na School of the Museum of Fine Arts, Boston e no International Center of Photography (ICP), em Nova Iorque. Entre 1978 e 1985 foi fotografo/investigador do Centro Nacional de Referência Cultural (CNRC com Aloísio Magalhães e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) onde foi o responsável pela documentação fotográfica para os processos de inclusão na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO das cidades de Olinda, Ouro Preto, Salvador, Santuário do Bom Jesus doe Matosinhos e São Miguel das Missões. Em suas séries fotográficas,nas favelas cariocas – “Arquitetura de Sobrevivência” – nas prisões de Carandiru e Medellin – “Espaços Aprisionados” – utiliza a fotografia de arquitetura como meio de retratar a condição humana. Tem exposto regularmente seu trabalho, em individuais ou em colectivas, no Brasi, em Portugal, nos Estados Unidos, na Dinamarca, na Alemanha, na China e na Colômbia. Sua obra figura em diversas coleções públicas e particulares. Recebeu o V prêmio Marc Ferrez, as bolsas CAPES-Fulbright e a Vitae de Fotografia. Atualmente reside em Évora, Portugal, trabalhando na Europa e no Brasil.

Leave a Reply

Connect with:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Current day month ye@r *